quarta-feira, fevereiro 06, 2013

Demoras na alfândega podem ultrapassar mês e meio - 3ª parte

Image Hosted by Google Uma estação de correios

Em muitos países comunitários, devido a uma menor carga fiscal, custos mais reduzidos, bem como a volumes de comercialização muito superiores, resultantes de mercados maiores, o preço de numerosos produtos, mesmo incluindo portes, são francamente inferiores aos praticados em Portugal, pelo que a opção pela compra no exterior continua a fazer todo o sentido.

Mercados como o inglês ou alemão, devido ao seu volume, o o holandês, menos conhecido mais importante dado ser um porto de entrada na Europa, são cada vez mais uma alternativa a importações directas de países asiáticos, estando os bens aí adquiridos isentos de pagamento de taxas aduaneiras.

Para quem adquire no EBay, esta demora tem implicações graves, dado que o prazo de reclamação é de 45 dias após a data da compra, verificando-se cada vez mais situações em que este prazo se verifica ser insuficiente, face às demoras nas alfandegas.

Após este período, é impossível reclamar e pedir reembolsos, pelo que muitos poderão optar por uma acção preventiva reportando um item não recebido, o que é manifestamente injusto para o vendedor, verificando-se que em número cada vez maior, estes deixam de enviar para Portugal, evitando assim prejuizos num negócio onde as margens são baixas.
Enviar um comentário