segunda-feira, setembro 15, 2014

Um novo terrorismo - 3ª parte

Sem objectivos nem perspectivas, refugiando-se cada vez mais numa realidade virtual, retornam à realidade noutro Mundo, com o qual efectivamente não têm nem ligações, nem afinidades, como meros figurantes de uma história que, inevitavelmente, não terá um final feliz.

Deste dilema, resulta, quase sempre, a morte destes novos terroristas, mergulhados numa aventura sem retorno, num ambiente de enorme violência, que muitos apenas querem abreviar através da sua participação num atentado suicida, para o qual são facilmente empurrados através de uma pressão que, pela falta de maturidade e de convicções, se torna facilmente insuportável.

E é precisamente no momento da morte, quando a sua identidade é revelada, que esperam o seu único momento de fama e reconhecimento póstumo, como infeliz protagonista de uma notícia, alcançando assim o objectivo de sair do anonimato, algo que, seguindo outro caminho, dificilmente conseguiriam.

Infelizmente, a busca por uma fama não merecida, independente de méritos e valores, nunca terá fim, sendo uma fraqueza conhecida e, num Mundo que pouco reconhece o mérito, parece encontrar cada dia novos protagonistas, que incluem desde aqueles que a procuram numa rede ou em meios sociais, aqueles que, pela sua condição, não hesitam em destacar-se pelas piores razões, dispostos a pagar qualquer preço, a sacrificar seja quem for, em troca de uma fama que não merecem.
Enviar um comentário
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin