segunda-feira, dezembro 08, 2014

Uma sugestão de Natal, o MEO A75 - 4ª parte

Outra fraqueza flagrante resulta da escassa memória instalada, agravada pela gestão feita pelo "Android" na sua versão 4.4, a qual restringe em muito a localização de aplicações e dados, a qual apenas pode, de alguma forma, contornada removendo algumas das restrições, ou seja, permitindo o acesso à "root" do telemóvel.

Como referimos num texto anterior, remover o bloqueio de acesso à "root" tem diversas implicações, entre elas permitir uma melhor gestão de aplicações e dados, mas, ao remover o bloqueio ao operador, anula igualmente a garantia do mesmo, pelo que é uma operação que apenas deve ser equacionada em caso de real necessidade.

Incluindo, obviamente, o essencial, como o alimentador e cabo de dados, para tirar o devido partido do A75 é absolutamente necessário adquirir um cartão de memória micro SD, com capacidade até aos 32Gb, o qual pode ser adquirido por meia dúzia de Euros no EBay, mesmo para as capacidades mais elevadas.

Para quem disponha de 550 pontos da MEO, é possível adquirir este A75 pagando 66 Euros via loja virtual, sendo estes um dos preços mais baixos para um equipamento com processador de quatro núcleos, oferecendo um bom desempenho e cumprindo as suas funções, caso não haja exigencia substancial em termos de memória, situação em que o maior defeito deste modelo se torna mais que evidente.
Enviar um comentário
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin