sábado, junho 13, 2015

Baterias de arranque Zenith em uso - 1ª parte

Num texto anterior, anunciamos que demos início a testes com baterias Zenith, instalando uma primeira unidade com 75 Ah e 640 CCA num Discovery 1, pelo que faria todo o sentido instalar no Defender Td5 um modelo adequado, como forma de obter resultados mais abrangentes e que permitam uma análise mais adequada.

A Zenith é pouco conhecida em Portugal, não obstante apresentar preços competitivos face a outros fabricantes que se posicionam no mesmo segmento de mercado, como a Autosil ou a Tudor, e possuir um extenso catálgo, onde se incluem baterias "deep cycle", carregadores e mesmo modelos destinados a soluções específicas.

Tal como a esmagadora maioria das baterias actuais, as Zenith obedecem às normas e medidas padronizadas, dispensam manutenção e a instalação obedece aos procedimentos habituais na viatura a que se destina, devendo-se, como é óbvio, efectuar medições comprovativas, destinadas a testes e a registar os resultados, para efeitos de comparações ou aferições futuras, pelo que, existindo essa possibilidade, deve ser impresso um "ticket" pelo próprio aparelho utilizado.

Este pequeno relatório, bem como a factura associada, servem para efeitos de registo da compra e do início do prazo de 2 anos de garantia, tal como determinado pela legislação comunitária em vigor, sendo na altura verificado o estado da bateria, do alternador, bem como de eventuais perdas, que tendem a aumentar com a idade e subsquente desgaste do veículo, pelo que a duração de uma bateria idêntica num veículo novo e usado acaba por ser completamente diferente.
Enviar um comentário
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin