domingo, março 13, 2016

DJI apresentou o "Phantom 4" - 2ª parte



O sistema, designado por "Point and Cloud Stereoscopic Recognition" tem um alcance de 15 metros na horizontal e 9 na vertical, construindo uma imagem virtual de objectos, tanto de dia como de noite, travando ou desviando o "drone" automaticamente em caso de colisão eminente, sem qualquer intervenção do operador.

Desta forma, basta ir tocando sucessivamente nos destinos pretendidos no écran táctil para que o "drone" se dirija para eles, contornado obstáculos e adaptando-se continuamente às diversas condições de voo, selecionando velocidade e altitude, bem como a trajectória ideal.

No modo "ActiveTrack", a câmara distingue objectos específicos, seguindo-os automaticamente, bastando para tal selecioná-los no écran táctil, resultando num perfíl de voo completamente automático e independente de um controle remoto, permitindo, por exemplo, seguir alguém, ou mesmo um animal ou objecto, de forma autónoma, reconhecendo qualquer angulo do objecto a seguir.

Este "drone" tem capacidade de voar até 5 quilómetros com a bateria de origem, podendo efectuar filmagens circulares em torno de um objecto, mesmo que móvel, de forma automática, sempre recorrendo às funcionalidades que mencionamos, efectuando por sí todo um conjunto de manobras particularmente complexas.
Enviar um comentário
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin