segunda-feira, abril 18, 2016

A guerra dos "snorkels" - 5ª parte

Para aumentar a confusão, diversos opcionais ou acessórios são incluídos em séries especiais ou comemorativas, com os veículos a sairem dos concessionários já equipados, mas sem que tal conste da documentação, encontrando-se também no catálogo da marca, sendo muitas vezes adquiridos e instalados através do fabricante, sem que exista algum tipo de registo ou averbamento adicional.

Deste modo, a homologação pode ser o caminho a seguir, tal como com acessórios onde esta necessidade é unanimemente reconhecida e evidente face às implicações que resultam da sua instalação, tal como o caso dos pneus, o que implica dispêndio e a habitual burocracia, do que resulta alguma morosidade.

O processo, sendo possível, não é complexo, mas revela-se dispendioso, sendo necessário recorrer a uma entidade, individual ou colectiva, com as competências e certificações para o efeito, sendo as mais conhecidas a "Prova Ímpar" ou o "Laboratório de Tecnologia Automóvel", com alternativas menos dispendiosas para quem seja sócio da Land Lousã, que organiza localmente sessões para os associados.

Convém obter informação prévia quanto à aceitação da documentação emitida por uma determinada entidade pela delegação do IMTT onde esta será entregue, para o fim específico a que se destina, dado que não se tem verificado uma completa uniformidade no tratamento destes processos, do que resulta alguma confusão, que vem acrescer a uma legislação que há muito devia ter sido alterada no sentido da sua clarificação e agilização.
Enviar um comentário
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin