domingo, abril 24, 2016

Renovar equipamentos informáticos - 1ª parte

Enquanto em Portugal existe uma franca tentação de prolongar a vida de muitos equipamentos informáticos para além do razoável, considerando-se para tal o momento em que o desempenho tem um efeito negativo notório na produtividade do utilizador ou quando a falta de fiabilidade resulta não só na perda de dados, como na de confiança, em diversos países do Norte da Europa o processo de substituição é mais precoce.

Estamos conscientes de que, para muitos utilizadores, a fiabilidade será o factor prioritário, com o desempenho, desde que não resulte num atraso, a ser secundário, com muitos equipamentos a serem substituídos quando deixam de suportar novas versões de "software", essenciais para manter a compatibilidade com plataformas comuns, do que resulta, muitas vezes um custo substancial resultante da aquisição de modelos novos que serão subaproveitados.

Recorrer a equipamentos recondicionados por uma empresa certificada é, neste caso, uma opção a ter em conta, permitindo renovar um parque informático com um custo mínimo, desde que se escolham equipamentos com características que, face à evolução previsiível do "software", possam suportar as novas versões durante um prazo mínimo de 3 anos.

Como exemplo prático, a aquisição de um par de écrans TFT de 19" custou 49 Euros, correspondendo perto de 35 aos portes, com os restantes 14 a serem o valor efectivamente pago pelos equipamentos que, assim ficaram individualmente por pouco menos de 25 Euros, um preço que consideramos perfeitamente aceitável para este tipo de écran que corresponde às especificações para o trabalho que com eles se pretende realizar.
Enviar um comentário
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin