segunda-feira, agosto 15, 2016

Instalar o "update" de aniversário do Windows 10 - 2ª parte

Após uma primeira fase, é necessário reiniciar o computador, o que sucederá por diversas vezes e demora mais do que durante as actualizações de rotina, com a duração do processo a variar substancialmente conforme as características e desempenho de cada equipamento específico, terminando com os típicos écrans de boas vindas, a menção a novas características e, finalmente, num processo de configuração que pode ser expresso mas que aconselhamos a ser percorrido pelo utilizador, de modo a ter conhecimento de tudo o que está em causa.

Todo o processo é bastante automatizado, com uma transposição correcta de configurações e preferências, e após a conclusão, para além de um conjunto de novos programas e funcionalidades, é patente que existem pequenas alterações, logo visíveis no próprio menú de iniciar, com o reposicionamento de algumas opções e da forma como os programas, alguns deles novos, são apresentados.

Tal como noutros processos de "update", ou mesmo de "upgrade" entre diferentes versões do sistema operativo, as configurações do equipamento e dados ou preferências dos utilizadores são mantidos completamente inalterados, sem mudanças de local ou de propriedades, mas verificam-se alterações a nível do funcionamento das aplicações instaladas e de ligações entre estas e os tipos de ficheiros, pelo que nalguns casos, será necessário redefenir ou reinstalar algumas aplicações.

Tendo surgido algumas reclamações quanto a uma certa lentidão depois desta actualização a nível de comunicações via TCP/IP, o que afecta o acesso à Internet, sugerimos uma alteração na configuração, que deve ser efectuada via linha de comando ou "cmd", realizada em modo de administrador.
Enviar um comentário
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin