terça-feira, novembro 22, 2016

Rebites roscados - 3ª parte

Ao rodar a porca no sentido dos ponteiros do relógio, tendo o parafuso travado, o que evita a rotação do rebite, este vai-se afastando no sentido do exterior, forçando a deformação do rebite, da mesma forma que faz o alicate aplicador, acabando por fixá-lo na posição pretendida.

No final, com os rebordos do rebite pressionando a superfície, e imobilizados pela pressão e pelas estrias externas, que impedem a rotação, basta rodar o parafuso para o desapertar, e removê-lo, após o que se pode proceder à utilização do rebite para o fim pretendido, dando assim por finalizada a instalação.

Existem diversas forma de improvisar esta "ferramenta" de aplicação, podendo haver algumas variações de acordo com especificidades do local de instalação, sendo que, para uma utilização mais intensiva, se justifica dispor de um alicate próprio, que manifestamente facilita muito o trabalho a realizar.

É possível obter este tipo de alicate por preços que começam pouco acima da quinzena de Euros, acrescendo perto de cinco para meia centena de rebites roscados M4 ou M5, pelo que uma solução completa ficará perto dos 20 Euros, sendo este um investimento a ter em conta, tal o tipo de possibilidades que oferece, dando a opção de efectuar diversos trabalhos de forma muito mais profissional.
Enviar um comentário
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin