segunda-feira, julho 10, 2017

Os rádio CB como alternativa nas emergências - 2ª parte

Mesmo que seja necessário percorrer diversos nós, com a mensagem a passar oralmente de um operador para outro e seguindo distintas vias alternativas, a probabilidade de um pedido de socorro passar e ser transmitido a quem possa acorrer aumenta substancialmente, sendo, obviamente muito superior à de uma arriscada deslocação até um local onde uma rede de comunicações esteja disponível.

Caso se opte por uma antena magnética e ligação a uma tomada de isqueiro, um rádio CB pode ser utilizado a partir de uma residência, bastando dispor de um adaptador que permita efectuar a ligação a uma tomada eléctrica, algo que pode ser adquirido por um preço muito baixo e permite utilizar uma multiplicidade de equipamentos que possuam o mesmo tipo de conector.

Um complemento a ter em conta é uma bateria capaz de proporcionar a alimentação eléctrica, dado que, em muitas situações, em simultâneo com o colapso das comunicações, e mesmo na origem destas, se encontra uma falha da rede eléctrica, do que resultaria a impossibilidade de operar o rádio, tornando-o virtualmente inútil.

Dado que estes rádios CB preparados para viaturas operam a 12 volts, uma simples bateria de automóvel, que necessita de ser periodicamente verificada, será o suficiente para permitir a operação durante o período de algumas horas, o suficiente para, na maior parte das situações, se obter um contacto e receber a assistência solicitada.
Enviar um comentário
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin