sábado, julho 07, 2018

Uma década após Gatochy partir

Hoje passam 10 anos, uma década, sobre a partida de Gatochy, o primeiro companheiro felino que habitou esta casa, e o que mais tempo nela permanenceu, aqui vivendo os 13 anos da sua algo tumultuosa e sempre movimentada e algo arriscada vida, enquanto percorria as ruas do bairro que constituiam o seu pequeno Mundo.

Ao longo desses anos de vida, por vezes complicada, seja por motivos de saúde, seja pelo permanente conflito que a opunha aos gatos do bairro, na altura particularmente numerosos, mas cuja quantidade não assustava Gatochy, a companhia desta pequena felina de carácter único, terna e por vezes algo mal humorada, nunca deixou ninguém indiferente, incluindo os seus numerosos inimigos de quatro patas, culpados de viver no mesmo bairro que ela.

Todos estes amiguitos, na sua individualidade e no seu carácter único, são sempre especiais, e, manifestamente, Gatochy possuia muitas características irrepetíveis, sendo exemplo do comportamente de um gato que, por se sentir protegido, ganha a confiança para enfrentar inimigos de dimensões muito superiores, incluindo cães de dimensões médias, sempre movido pelo ciúme e territorialidade de quem se considera o dono do bairro.

Gatochy partiu a 07 de Julho de 2008, pelas 01:15, e por essa razão, os "posts" que lembram a sua vida e são publicados nesta data, são os únicos deste "blog" que não são publicados às 00:00, mas na hora em que deixou este Mundo para o que, em vida, sempre foi chamado o "Paraíso dos gatos que odeiam outros gatos" e onde, presume-se, não haja mais exemplares da mesma espécie.
Enviar um comentário