sexta-feira, outubro 07, 2011

As sondagens e a Madeira

Image Hosted by ImageShack
O cartaz das eleições regionais da Madeira

A poucos dias de eleições regionais, com uma previsão de maioria para o PSD-Madeira, dirigido pelo actual Presidente do Governo Regional, surge mais uma oportunidade de testar a nossa teoria relativa a sondagens eleitorais.

Defendemos que o erro das sondagens, favorecendo o partido no poder, é tanto maior quanto a falta de democracia e liberdade, podendo este ser um facto objectivo ou simplesmente a percepção dos eleitores, que se sentem condicionados na altura em que são inquiridos quanto ao sentido de voto.

Diante da actual situação na Madeira e das críticas que têm surgido dos mais distintos quadrantes políticos, pondo em causa a qualidade da vida democrática no arquipélago, será, portanto, expectavel que o resultado do PSD-Madeira seja francamente abaixo do previsto, sendo que a nossa interpretação é de que tal, a acontecer, não resulta de erros nas sondagens, os quais são induzidos por inquiridos temerosos, mas do receio dos mesmos em afrontar o poder estabelecido.

Assim, esperamos pelos resultados de Domingo para os compararmos com os dados das sondagens e assim validar ou não uma teoria que concebemos a partir de alguns erros clamorosos, como a primeira vitória de Rui Rio no Porto, perante a hostilidade de diversas forças locais influentes e dificeis de contradizer.
Enviar um comentário
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin