terça-feira, dezembro 27, 2011

3 dos 5 helicópteros do INEM podem deixar de prestar serviço de noite - 1ª parte

Image Hosted by ImageShack
Um helicóptero ao serviço do INEM

Três dos cinco helicópteros ao serviço do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), estacionados em Macedo de Cavaleiros, Aguiar da Beira e Loulé, poderão deixar de estar disponíveis durante a noite, ficando apenas operacionais os de Lisboa e Porto.

Esta proposta, que parte do próprio INEM, baseia-se no reduzido número de missões desempenhadas por estas unidades, em média apenas uma em cada dois dias, sustentando que o custo de aluguer destas aeronaves pode ser utilizado de outra forma com maior eficácia.

Não temos dúvidas que os meios aéreos são os mais dispendiosos e cada uma das suas missões será aquela que terá um maior impacto financeiro, mas se estes existem é porque possuem características que permitem um desempenho diferente dos restantes meios ao serviço do INEM.

Naturalmente que, a partir de um certo valor ou custo, a sua relação relativamente ao número de missões ou mesmo aos serviços prestados começa a decair, mas é inegável que os helicópteros podem salvar vidas e que ao restringir o seu uso com uma base financeira se está a colocar um preço na vida humana.
Enviar um comentário
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin