terça-feira, julho 07, 2015

Lembrando Gatochy...

Não obstante terem passado 7 anos após a sua partida, é impossível esquecer a presença de Gatochy e os anos de emocionante companhia, nem sempre pelas melhores razões, que proporcionou, pelo que, neste dia 07 de Julho, relembramos esta gatinha de personalidade vincada e ambição desmedida.

Esta pequena grande lutadora, que, ao longo de uma vida que durou 13 anos, enfrentou com uma impressionante coragem toda a espécie de inimigos, e Gatochy efectivamente tinha muitos, criteriosamente selecionados, mas também problemas de saúde extremamente sérios, que no final a vitimaram, foi sempre exemplo de determinação, combatividade e mesmo de aceitação, nunca perdendo a confiança em quem dela tratou até ao final.

Incompatível com qualquer outro felino, destinada a ser "gatinha única", Gatochy, capaz de enfrentar gatos e cães, tinha nojo de ratos, pelo que evitava estes pequenos e incómodos roedores, para os quais chamava a atenção sem nunca lhes tocar, o que, segundo a própria, era tão somente porque a sua coragem a impedia de atacar um adversário tão insignificante.

Um dos poucos gatos que realmente interagia a imagens, seja num écran de televisão ou de computador, seja num simples espelho, com uma manifesta consciência de sí própria, e uma noção de ética que lhe permitia distinguir o bem do mal, leia-se, apercebia-se dos próprios disparates, Gatochy continua lembrada no seu pequeno bairro pela sua personalidade única, mesmo que já restem poucos gatos que a tenham conhecido directamente.
Enviar um comentário
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin