terça-feira, março 08, 2016

Botas militares inglesas - 2ª parte

Construídas inteiramente em cabedal, forradas em "Gore-tex", um tecido que permite a transpiração, enquanto é impermeável, que reveste uma camada térmica, que mantém a temperatura, toda a zona do calcanhar e do tornozelo é particularmente reforçada protegendo bem toda esta zona.

No topo, em torno do tornozelo, uma zona almofadada aumenta o conforto e a estanquicidade do conjunto, que só sendo submerso deixa entrar água, enquanto permite uma respiração adequada, evitando um acumular excessivo de transpiração ou uma temperatura incómoda no interior.

Na parte dianteira, encontra-se aquilo que em Portugal se designa habitualmente por "biqueira de aço", uma peça interna, entre o cabedal exterior e o forro, que contorna toda a parte superior dianteira da bota e protege os dedos do pé de impactos, permitindo um tipo de acção mais impactante quando em uso militar ou policial.

As solas são em borracha moldada, com um piso destinado, sobretudo a manter uma boa aderência em zonas de terra, demonstram ser extremamente resistentes, suportando pisos abrasivos ou mesmo com produtos químicos, como óleos ou combustíveis.
Enviar um comentário
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin