quinta-feira, abril 13, 2017

Aumenta o número de missões de socorro no Gerês - 1ª parte

Queremos chamar a atenção para a reportagem exibida pela SIC onde o aumento do número de missões de socorros realizadas no Parque Nacional da Penada Gerês foi abordado, facto inerente ao crescente número de visitantes, bem como às dificuldades resultantes de um conjunto de condições específicas.

A falta de cobertura de rede móvel, que dificulta o pedido de socorro por parte de quem se perde ou sofre acidentes, também impede o uso de muitos recursos habituais, como o sistema de mapas "on-line", sendo certo que raros são aqueles que descarregam os mapas da zona onde se deslocam antes de sairem da área de cobertura de rede.

A orografia levanta outras dificuldades, com zonas muito acidentadas, declives acentuados, numerosos cursos de água, piso escorregadio, neve ou gelo durante o Inverno, possibilidade de deslizamentos ou mesmo a paisagem, que pode ser difícil de identificar no respeitante a pontos de referência, constituem obstáculos sérios, mesmo para quem tem alguma preparação e o equipamento adequado.

Alguma imprevisibilidade do estado do tempo, que em áreas montanhosas pode sofrer alterações com rapidez, com o bom tempo a poder dar lugar a chuva ou nevoeiro, para além de dificultarem a orientação, resultam num rápido aumento da fadiga e mesmo em situações de hipotermia, sobretudo quando não existem abrigos por perto.
Enviar um comentário
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin