sexta-feira, abril 14, 2017

Construir suportes para câmaras - 2ª parte

A maior vantagem de incluir uma cabeça de tripé é a possibilidade de orientar a câmara na direcção pretendida, mas tal só tem o efeito pretendido caso o modelo selecionado tenha a qualidade adequada e um travamento que impeça que se verifique alguma mudança de ângulo, do que resulta, inevitavelmente, um desalinhamento relativamente à orientação pretendida.

Outra vantagem resulta da característica existente nalguns modelos e que permite libertar rapidamente a câmara, o que torna desnecessário proceder à desmontagem desta ou à remoção do suporte, sendo suficiente accionar uma patilha e fazer deslizar uma base para soltar a câmara, num procedimento quase instantâneo.

A maioria dos tripés têm um parafuso de 3/8", enquanto as câmaras usam um de 1/4", pelo que, caso numa primeira fase seja dispensada a cabeça do tripé, sugerimos que seja efectuado um oríficio com o mesmo diâmetro e se utilize um parafuso conversor, existente em diversos modelos, o que permite uma fácil transição quando necessário.

Na sua versão mais barata, mas que exige um perne interior de 1/4", este parafuso adaptador custa menos de 1 Euro, com o preço do perne a ter um valor inferior, sendo difícil de justificar a sua opção pela não utilização deste tipo de solução em prol de uma mais restritiva que dificultará o recurso posterior a uma cabeça de tripé.
Enviar um comentário
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin