segunda-feira, abril 10, 2017

O StarXtrem 6 - 7ª parte

Após algumas semanas de utilização, o equipamento tem correspondido ao esperado, seja em termos de desempenho, respondendo de forma adequada a todas as solicitações, seja no respeitante à autonomia, sendo possível efectuar os carregamentos a cada 4 dias, dependendo do tipo de utilização, sendo que o WiFi e NFC estão permanentemente ligados, enquanto o GPS apenas o é em caso de necessidade.

Face a 300 horas de "stand by", que podem ser arredondadas para 12 dias, e 15 de conversação anunciadas, as 120 horas, incluindo 6 de conversação e navegação até praticamente esgotar a bateria fazem sentido, ficando, no total combinado, a perto de 20% do anunciado, ainda com uma pequena folga e numa combinação que será mais desfavorável em termos de consumos.

Com o "software" previamente instalado e actualizado, bem como um conjunto de programas comuns, como um anti-virus, Facebook e respectivo Messenger, acesso ao EBay e um conjunto de utilitários, o sistema mantém-se estável e responsivo, com um bom desempenho independentemente de estar conectado via WiFi ou por uma ligação 4G, não se notando hesitações ou demoras no carregamento de dados via Internet.

O écran proporciona um espaço de trabalho suficiente, com a definição a facilitar o uso, que é possível mesmo olhando mais lateralmente ou em condições de luminosidade adversas, como sob Sol intenso, com o sistema táctil a revelar-se preciso e de fácil controle nas aplicações testadas neste equipamento, o que não implica que tal suceda com todas, nomeadamente com jogos, onde o controle será mais exigente.
Enviar um comentário
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin