sexta-feira, julho 16, 2010

Perto de 3.000 hectares arderam em 2010 - 1ª parte

Image Hosted by Imageshack
Um incêndio florestal em Portugal

Segundo o relatório provisório de incêndios florestais, disponibilizado no "site" da Autoridade Florestal Nacional, foram ocorreram durante os primeiros seis meses deste ano um total de 470 incêndios florestais e 2.946 fogachos, num total de 3.416 registos.

Destas ocorrências resultou uma área ardida total de 3.027 hectares, correspondendo a 756 hectares de povoamentos e 2.271 hectares de matos, sendo esta a segunda menor área ardida desde o ano 2000, com a excepção a ser 2007.

Se compararmos com o ano anterior, em que se registaram 8.852 ocorrências das quais resultaram numa área ardida total de 19.756 hectares, esta é uma redução substancial, com uma devastação perto de seis vezes menor, sendo fácil de verificar que, em média, a cada ocorrência corresponde uma muito menor área ardida.

Este ano, com algumas oscilações a nível de distribuição e proporções, o dispositivo tem sido sensivelmente idêntico ao de anos anteriores, pelo que não será do ser reforço, mesmo que com um eventual aumento da eficácia, a ser responsável por esta significativa diminuição da área ardida, apontando-se sobretudo para causas naturais e pelas descontinuidades resultantes de fogos em anos anteriores.
Enviar um comentário
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin