quinta-feira, abril 17, 2014

Captura remota de imagens com Canon EOS - 3ª parte

Image Hosted by Google Écran do "EOS Capture" da Canon

Uma outra janela surge, onde podem ser lidos e configurados os parâmetros da câmara, como a sensibilidade, velocidade, equilíbrio de branco, bem como o modo de funcionamento, o que pode ou não dar acesso a um conjunto de definições, sobretudo nos modos mais automatizados.

Após carregar no icon da câmara, presente do lado direito, é obtida uma foto, que é seguidamente visualizada numa janela, em dimensões muito superiores aquelas que permitem os pequenos écrans digitais das máquinas fotográficas, onde os pequenos detalhes, absolutamente decisivos em termos profissionais, dificilmente são descortinados.

Ficam visíveis miniaturas das fotos obtidas, bem como a estrutura das pastas onde estas estão gravadas, de modo a facilitar o acesso a cada uma, acrescendo informação técnica relativa a cada foto, podendo ainda recorrer a uma funcão de "slide show", que apresenta sequencialmente, por um período pré-configurado, as fotos recolhidas.

Alguns podem-se interrogar quanto à valia prática deste sistema, algo complexo e que implica uma mobilidade muito reduzida, requerendo diversos equipamentos e alguma morosidade na montagem, mas este tem objectivos específicos, concretamente em termos de foto em estúdio ou em casos onde o fotógrafo não pode estar perto do equipamento.
Enviar um comentário
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin