terça-feira, outubro 04, 2016

Expandir uma pequena rede - 2ª parte

Para que esta solução funcione, o "hub" necessita de ser ligado ao "router" por cabo cruzado, também designado por "crossover", ou implementar uma funcionalidade que inverta internamente as ligações, algo feito quase sempre de forma automática, e que permite recorrer aos habituais cabos Ethernet de forma simples e transparente.

Se num "hub" de 5 portas, que entre os modelos de pequenas dimensões e baixo preço serão os mais populares, for ligado o cabo proveniente do "router", e um repetidor com capacidade "wifi", de modo a implementar esta funcionalidade, caso não seja nativa, restam 3 portas Ethernet, que permitem ligar, via cabo, outros tantos equipamentos.

Naturalmente, este conjunto de equipamentos deve estar suficientemente próximo entre sí de modo a evitar novas passagens de cabos complexas, funcionando como se estivessem ligados directamente a uma porta do "router", mas com a limitação de a largura de banda ser dividida pelos vários equipamentos que por ela concorrem, devendo-se, portanto, avaliar quais as reais necessidade de cada.

Em termos abstractos, se a ligação do "hub" for a uma porta de 100 mbits e a ele estiverem ligados 4 dispositivos, estes dividirão entre sí os 100 mbits disponíveis, pelo que a cada um poderá corresponder, em teoria, a um quarto desse débito, embora tal acabe por ser balanceado de acordo com as necessidades de cada um.
Enviar um comentário
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin