sexta-feira, março 09, 2018

Auto-rádio modelo 1010BT - 1ª parte

O preço da tecnologia tem vindo a diminuir, com especial ênfase para equipamentos electrónicos onde os componentes mecânicos sejam reduzidos, o que facilita em muito a produção em série e dispensa materiais caros, sendo disto exemplo os auto-rádios que já não possuem leitores de CD nem paineis amovíveis, resultando num único bloco, quase sem peças móveis para além dos comandos.

O auto-rádio 1010BT, de 1 DIN, é exemplo deste tipo de equipamentos, possuindo as funcionalidades básicas, como a leitura de cartões de memória e "pens" USB, ligação via "bluetooth", conector AUX para ligação por cabo a dispositivos e ligações ISO na rectaguarda, o que facilita a instalação.

De cor negra, mais discreto do que a maioria dos rádios feitos na Ásia, com um écran iluminado de boas dimensões que oferece boa visibilidade, o aspecto revela alguma qualidade, e os comandos respondem bem, sejam os do próprio rádio, sejam os do controle remoto.

O rádio opera nas frequências FM típicas, entre os 87.5 e os 108 MHz, tem uma sensibilidade de 12dB, frequência I.F. de 10.7 MHz, uma potência máxima de saída de 4 x 45 W, permite guardar em memória as estações favoritas, com a frequência mais baixa a permitir o emparelhamento com outros equipamentos, como dispositivos de navegação que não possuam sistema de som autónomo.
Enviar um comentário
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin