terça-feira, novembro 23, 2010

Localizadores portáteis com cartão SD - 3ª parte

Image Hosted by ImageShack
O interior do TK-102-2, com dois conectores

No entanto, para quem aceite um modelo mais simples, a primeira versão continua à venda, por um preço que anda pelos 40 a 50 euros, sendo comuns os acessórios para ligação ao sistema eléctrico de 12 volts de uma viatura, bem como o cabo de configuração, baterias suplementares ou outros que se revelem necessários.

Para quem utilizar este modelo numa viatura, aconselhamos sinceramente a aquisição do cabo que permite uma ligação fácil ao sistema eléctrico do veículo, evitando que a bateria se esgote, sendo igualmente de considerar a aquisição de um cabo de ligação min-USB para actualização do "software".

No caso de usar o localizador num veículo, para além de ser necessário ocultá-lo num local onde o sinal de GSM e de GPS sejam recebidos nas melhores condições possíveis, compensando assim situações onde haja degradação de sinal, mas também protegendo-o fisicamente de elementos ou do próprio calor do motor, bem como de interferência de campos electromagnéticos originários de outros equipamentos.

Em termos de ligação eléctrica, esta deve ser feita directamente à bateria ou de forma a que funcione mesmo com o veículo desligado, evitando assim que, esgotada a carga da bateria do localizador, este deixe de estar activo, algo que, dependendo da carga e do uso pode suceder passadas 48 a 72 horas após o corte de alimentação externa.
Enviar um comentário
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin