quarta-feira, março 30, 2011

ANPC pretende poupar 20% em meios aéreos - 1ª parte

Image Hosted by ImageShack
Um helicóptero numa primeira intervenção

A Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC) pretende reduzir em 20% as despesas com meios aéreos, resultando num decréscimo de 56 para 45 meios disponíveis no período mais crítico de combate aos fogos florestais.

O número de aeronaves, estabilizado nos 56, entre as quais 9 pertencentes ao próprio Estado, tem sido uma constante dos últimos anos, ao longo dos quais desempenharam um papel decisivo, reduzindo substancialmente a área ardida e, sem dúvida, evitando a destruição de bens e mesmo a perda de vidas humanas.

Esta redução permitirá uma poupança directa de 5.500.000 Euros, mas terá um preço a pagar em termos de eficácia numa primeira intervenção, implicando uma maior demora e dificuldades acrescidas em locais de acessos difíceis.

No entanto, dado o atraso na abertura do concurso de contratação de meios aéreos, nada é certo e do atraso pode resultar seja uma indisponibilidade de meios, seja o aumento do preço unitário, pelo que a situação pode revelar-se pior do que o esperado, inclusivé do ponto de vista financeiro.
Enviar um comentário
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin