terça-feira, maio 24, 2011

Aumentam para 67 os pontos negros nas estradas portuguesas - 2ª parte

Image Hosted by ImageShack
Um acidente de viação em Portugal

São típicos erros como curvas demasiado apertadas ou cujo raio diminui ao longo da sua extensão, inclinações no sentido contrário, escolha de um mau pavimento ou a sua degradação ou inapropriação para o local, falta de atenção aos efeitos resultantes de condições climáticas adversas e traçados absurdos, resultantes de critérios pouco claros.

Igualmente frequentes são as inclinações exageradas, a junção de faixas de rodagem de forma indevida, bermas perigosas, iluminação, sinalização vertical e horizontal inexistente ou incorrecta, proximidade de locais de onde podem cair pedras, e tantos outros.

Por outro lado, os erros tendem a ser tardiamente reconhecidos, quando o são, as soluções tendem a ser as menos dispendiosas e não as mais adequadas, na maior parte dos casos não passando de sinalização adicional, muitas vezes ignorada perante perigos não aparentes.

No entanto, o aumento de acidentes verificado pode ter implicado o aumento dos pontos negros, os quais tenderão a coincidir nos locais mais perigosos da via, pelo que se deve equacionar com algum cuidado este tipo de estatística, a qual deriva de um conjunto de condições particularmente alargado.
Enviar um comentário
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin