sábado, outubro 15, 2011

Em teste, uma réplica do Land Rover Phone - 3ª parte

Image Hosted by ImageShack
O verso do réplica e a chave de abertura junto do comando de imobilizador do Defender

Numa primeira observação exterior, esta é uma réplica bastante fiel, com os logotipos da Land Rover, da Sonim, a certificação IP 57, com a respectiva descrição no referente a protecção contra poeira, água e impacto, a reproduzirem fielmente os originais.

Mesmo as cores disponíveis, o tipo de teclado, bem como as borrachas envolventes, parecem idênticos aos do modelo original, tal como as gravações que descrevem a câmara como sendo de 2 megapixels, quando nesta réplica é, efectivamente, de apenas 1.3.

Após uma visualização do exterior, que é indiscutivelmente muito bem finalizado, e depois de instalado o cartão SIM, que no nosso caso é da TMN, e a bateria, torna-se necessário proceder ao carregamento da mesma para passar a testes mais funcionais a nível de comunicações.

Para carregar a bateria é necessário aceder ao conector parecido com um mini-USB mas não padronizado, protegido por uma peça em borracha, que cobre igualmente o conector para os auriculares, e que portanto necessita de estar aberta durante o uso do rádio FM e durante o carregamento, após o que isola estes dois conectores.
Enviar um comentário
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin