quarta-feira, janeiro 12, 2011

Faltam bombeiros voluntários em de Viana do Castelo - 1ª parte

Image Hosted by ImageShack
Bombeiros num combate aos fogos

O Governo Civil de Viana do Castelo admitiu a falta de voluntários nas corporações de bombeiros do distrito, facto que tem ocorrido em diversos distritos sobretudo naqueles que estão localizados no Interior do País, onde os dados demográficos apontam para a desertificação e envelhecmento da população.

No distrito de Viana do Castelo apenas duas corporações, Ponte da Barca e Ponte de Lima, dispõem de equipas de intervenção permanentes (EIP), sendo intenção que as restantes corporações também as venham a integrar.

Na actual táctica de ataque aos fogos, uma primeira intervenção rápida é essencial, para o que a disponibilidade permanente de meios, neste caso através das EIP, é essencial, como forma de controlar a ocorrência antes que atinja proporções de maior gravidade e requeira meios que podem ser difíceis de mobilizar.

Viana do Castelo foi, a seguir à Guarda, o distrito com maior área devastada pelos incêndios nos últimos quatro anos, tendo-se verificado escassez de meios em diversos períodos do Verão passado, altura em que se verificaram sérias dificuldades no combate ás chamas.
Enviar um comentário
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin