sexta-feira, novembro 13, 2009

Mais uma vez, o "high lift" no desencarceramento - 2ª parte


Image Hosted by Imageshack
Um "high lift" com guincho

O objectivo é aplicar esta força, proporcionada pelo mecanismo hidráulico entre dois pontos estruturais, como os dois lados de uma porta, de modo a reverter o processo de deformação, aumentando assim o espaço disponível.

Os "high lift", com uma longa alavanca, são bastante controláveis e a tendência da reversão de uma deformação tende a ser no sentido da forma inicial, mas obviamente este não é um procedimento ausente de riscos, os quais devem ser devidamente avaliados.

Repor a forma inicial pode implicar uma deformação ou alteração num sentido que implique novos danos para uma vítima, eventualmente a nível dos membros inferiores, mas pode ser o único processo de, sem outros meios imediatamente disponíveis, permitir um socorro que estabilize a sua condição.

Os "high lift" custam entre os cinquenta e os cem euros, dependendo do modelo e qualidade, substituem o macaco de um veículo, com óbvias vantagens em determinadas situações, e podem ter múltiplas utilizações, nomeadamente como substitutos de ferramentas e equipamentos que, pelo seu preço, não podem estar disponíveis em todas as viaturas de socorro.
Enviar um comentário
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin