sexta-feira, agosto 20, 2010

Arderam 92.000 hectares até meados de Agosto - 1ª parte

Image Hosted by Imageshack
Um incêndio florestal em Portugal

Os dados recentemente disponibilizados pelo Sistema Europeu de Informação sobre Incêndios Florestais (EFFIS) confirmam o que para muitos era já claro, o facto que o ano de 2010 é dos piores na última década em termos de incêndios florestais.

Segundo o EFFIS, arderam este ano 92.930 hectares, ultrapassando todos os anos desta década com excepção de 2003 e 2005, e com um valor que já ultrapassa a média destes últimos dez anos, sendo que esta área excede em muito os 71.687 hectares de área ardida até 15 de Agosto que constam do relatório da Autoridade Florestal Nacional (AFN).

Para este valor, em muito contribuiram os 73.583 hectares que queimados entre os dias 01 e 17 de Agosto, sendo manifesto que este será um mês particularmente gravoso em termos de área queimada, podendo a situação prolongar-se pelo mês de Setembro.

A comparação em termos estatísticos com anos anteriores terá pouca relevância em termos de desempenho operacional, dado que as condições se alteraram de forma substancial, sobretudo porque a realidade da floresta portuguesa, e mesmo das regiões onde ocorrem a maioria dos fogos é muito diferente, pelo que nos abstemos desse tipo de comentário.
Enviar um comentário
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin