quinta-feira, agosto 12, 2010

Dois bombeiros mortos em dois dias - 1ª parte

Image Hosted by Imageshack
Bombeiros no combate a um fogo em Portugal

A morte de dois bombeiros num curto espaço, para além de algo que lamentamos profundamente, merece uma atenção especial, por ocorrerem após dias de combate às chamas particularmente longos e extenuantes, podendo tanto ser uma triste coincidência, como sinal de um esforço para além dos limites.

É expectável, infelizmente, que o número de vítimas aumente com o prolongar das operações e a sua intensidade, mas se esta proporcionalidade deixa de ser directa, ou geométrica, e começa a ser exponencial, deve ser entendida como sinal de alarme e serem adoptadas medidas de imediato.

Só dos inquéritos se poderão extrair as conclusões defenitivas, mas dado que estes são procedimentos morosos e as operações no terreno continuam, mesmo perante alguma falta de dados objectivos, é necessário que se tirem as devidas elações e se aja em conformidade, salvaguardando, antes de tudo, a vida humana.

Apesar de as causas destas duas mortes serem completamente distintas, uma devido a um acidente de viação, outra pelo fogo, podem existir factores comuns, como o cansaço excessivo, do que resulta um menor discernimento e uma capacidade de reacção diminuida, pelo que situações que, envolvendo algum perigo, são consideradas como aceitavelmente seguras, podem evoluir para um risco excessivo.
Enviar um comentário